terça-feira, 8 de novembro de 2011

Conto: O presente mais valioso do mundo (a impermanência das coisas) / Autor(a): ?


Essa história árabe mostra por que a consciência de que nada dura para sempre traz conforto e reforça a autoconfiança.

     Um rei encomendou a seus ministros o presente mais valioso do mundo. Diante do desafio, eles se reuniram durante anos e finalmente levaram ao rei um pequeno embrulho. Nele, havia um anel com uma pedra escura e sem valor. Furioso, o soberano pediu explicações. O mais velho e sábio deles aproximou-se e disse: "Ó poderoso, vós só podereis apreciar o real valor desse anel nos momentos mais importantes da vida. Aí saberás o quanto vale essa jóia preciosa."
     Decepcionado, o rei colocou o anel no dedo. O tempo passou e ele se esqueceu do presente. Seu reino tornou-se mais próspero e cobiçado pelos inimigos. Depois de várias invasões, o rei teve que abandonar o palácio e levou o anel.
     Fugindo pelo deserto, escutava ao longe os cavalos dos adversários e não via saída. O anel saiu de seu dedo e abriu, mostrando uma tira de papel, em que estava escrito: "TUDO ISSO VAI PASSAR."
     O rei acalmou-se e descobriu um caminho por onde poderia fugir sem ser visto pelos inimigos.
     O soberano reconquistou seu reino e, triunfante, voltou ao palácio. Ao sentar-se no trono, mais uma vez o anel caiu de seu dedo. E o monarca novamente leu o lembrete: "TUDO ISSO VAI PASSAR." Com os olhos cheios de água, entendeu a sabedoria que estava no anel. E compreendeu porque esse era o presente mais valioso do mundo.


Imagem: http://www.queridaleitora.com.br/blog.php?id=24