segunda-feira, 7 de maio de 2012

Fábula: O Corvo e o jarro / Autor: Esopo

     Um corvo, quase morto de sede, foi a um jarro, onde pensou encontrar água. Quando meteu o bico pela borda do jarro, verificou que só havia um restinho no fundo. Era difícil alcançá-la com o bico, pois o jarro era muito alto.
     Depois de várias tentativas, precisou desistir, desesperado. Surgiu, então, uma ideia em seu cérebro. Apanhou um seixo e jogou-o no fundo do jarro. Jogou mais um e muitos outros. 
     Com alegria verificou que a água vinha, aos poucos, se aproximando da borda. Jogou mais alguns seixos e conseguiu matar a sede, salvando a vida.

A necessidade é a mãe de todas as invenções.

Imagem: http://mfirsanov.deviantart.com/art/CROW-62018072?q=boost%3Apopular%20crow&qo=5